As “Minhas lenas” do Leste

Depois de pedir permissão à minha amiga para publicar a história que ela contou hoje num email que nos enviou, pensei em escrever a história da M., desta M. que podiam ser tantas outras, mas depois – talvez por falta de imaginação, talvez porque a história era isto e pouco mais do que isto – resolvi publicar o email.

Meninas,
Nesta minha vida de inúmeras viagens e vivências, reencontrei a M. … A M. era uma menina negra, filha de mãe surda-muda Jugoslava, que vivia na Macedónia. Nós, as estudantes africanas, na altura ajudámos muito a mãe da M.
Dei à M. uma bicicleta que tinha levado de Luanda…A mãe da M., levava sempre a M. ao nosso lar para ela poder socializar com alguém da sua cor … Na tentativa de ajudarmos a mãe a descobrir quem era pai da M., reunimos montes de fotos de estudantes africanos, e a mãe identificou o pai … pai esse que já se tinha ido embora para o seu país …
Fui-me embora para Luanda e só soube da M. há coisa de uns anos. Recebo uma carta dela pelo correio em Angola, agradecendo a bicicleta que lhe tinha dado e que gostava muito de me ver um dia … até mandou uma foto … anos mais tarde um grande amigo de lá disse-me tê-la visto com um bebé no colo … e nunca mais soube dela …

Ontem a M. encontrou-me no facebook!!!! Casou com um Nigeriano, jogador de futebol … vive em Skopje e o marido está em Tirana a trabalhar … Tem 2 filhos!!! Lembra-se de todas nós e da atenção que lhe demos.
Sei que há muitas M. nos países do leste, e que até existe um movimento desses filhos, para procurar os seus pais…a M. então uma criança é hoje mulher, e foi a primeira que eu conheci fruto dessas relações entre estudantes e mulheres do leste.
Por causa da M., hoje estou particularmente feliz!!!
B.

About these ads

3 Respostas to “As “Minhas lenas” do Leste”

  1. Bibbas Says:

    Mnogu se raduvam sto te najdov:)

  2. kianda Says:

    Bibbas pra ti tb ;-)

  3. Says:

    Partilho com a amiga B. esta felicidade, pois qdo a amiga B divide connosco as experiências fantásticas com inúmeras histórias reais lindas, tristes, maravilhosas, comoventes, ricas, recheadas de pobreza extrema, mas que de todas elas tiramos sempre grandes lições de vida, algo que nos faz crescer um bocadinho mais como pessoas, sentimos a uma emoção tão grande e inexplicável, como se naquele momento estivessemos tb. a viver aquela experiência. Esta é uma histórias emocionante e que a mim, pessoalmente, me deixa com um sorriso de felicidade nos lábios, pelo reencontro e por saber que a M. é feliz, mesmo sem ter reencontrado o pai. Amiga B. eu bem digo que tens que divulgar as tuas experiências, não sejas egoista, são experiências lindas, marcantes que penso que devem ser partilhadas/divulgadas, estarias a fazer um belo serviço de utilidade pública ;-)
    Beijo bem doce

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 425 outros seguidores

%d bloggers like this: