Cultura por cá

retirada da netComeçou hoje o Estoril Film Festival, onde a sétima arte é vivida e compreendida na interacção entre a pintura, fotografia e artes plásticas (bilhetes a 3€ e passe festival a 20€).

Os filmes a concurso são 12 [ver aqui] e serão seleccionados por um júri composto por Cindy Sherman- fotógrafa e realizadora norte-americana; David Byrne – músico e realizador; Alexandre Desplat - um dos compositores mais activos de Hollywood, ; Rui Horta – o criador do centro de produção artística “O Espaço do Tempo” e um dos principais impulsionadores de uma nova geração de bailarinos e coreógrafos; e Manfred Eicher – fundador da mítica ECM Records.

Fora da competição estão em antestreia as obras :
“The Girlfriend Experience” – de Steven Soderbergh [12.Nov]
“The Fantastic Mr. Fox” – de Wes Anderson [5.Nov]
“Bright Star”-  Jane Campion [11.Nov]
“Tetro” -  Francis Ford Coppola [8.Nov]
“The White Ribbon” – de Michael Haneke [7.Nov]
“Un prophete” – de Jacques Audiard [14.Nov]
“Os Sorrisos do Destino” – Fernando Lopes [7.Nov]
“(500) Days of Summer” – Marc Webb [13.Nov]
Antichrist – Lars von Trier [13.Nov]
The September Issue – R.J. Cutler [9.Nov]

O festival arrancou hoje com a inauguração da exposição Portraits In-Eyes (uma mostra feita com pinturas, poemas e retratos das personagens que Juliette Binoche interpretou, assim como dos realizadores com quem trabalhou, actriz já com um Óscar é também artista plástica) com a presença da actriz, uma das homenageadas. O Estoril Film Festival completa esta homenagem com a projecção de alguns dos filmes que inspiraram este projecto.

O festival é rico em homenagens, outro dos homenageados é David Cronenberg com exposições sobre o seu trabalho, bem como  filmes raros, eventos, workshops. Saiba tudo aqui.

About these ads

Uma resposta to “Cultura por cá”

  1. Fernando Baião Says:

    cultura por lá. Transcrevo um comentário de um amigo meu inserido no seu blogue:
    “A escritora francesa Marie Ndiaye ganhou o maior prêmio literario do seu país – o Goncourt – pelo romance “Trois femmes puissantes” (ainda não traduzido em português, mas não vai tardar), historias interligadas de três mulheres que circulam entre África e Europa.

    Marie Ndiaye, é filha de mãe francesa e pai senegalês ( que como o pai de Obama separou-se da esposa e voltou para o seu país), nasceu em 1967 em Pithiviers (França). Publicou o primeiro romance com 18 anos, quando era aluna de um liceu parisiense.

    A revista “Les Inrockuptibles” afirma várias vezes que ela é “o mais precioso dos escritores franceses”. Gosto desta revista (alguns de nossos mandarins acadêmicos vão dizer de novo que cito uma revista de vagabundos ) e achei um maravilha a entrevista que fizeram com Marie em 9 de agosto deste ano, onde ela demonstra não estar algemada à fabula das “origens” e diz coisas que desagradam aos que olham as pessoas em função dos antepassados. Nascida e criada em territorio francês, mal conhecendo África, considera-se francesa, mesmo que alguns franceses a olhem como estrangeira.

    É casada com o tambem escritor Jean-Yves Cendray e irmã do historiador Pap Diop.

    O significado do Goncourt deste ano é duplo, porque deve começar em breve um grande debate sobre identidade nacional francesa, patrocinado pelo ministério denominado das migrações e da identidade nacional. A esquerda vê nesse debate uma jogada eleitoral de Sarkozy com possibilidade de propostas excludentes e racistas, baseadas nas velhas conversas de “nossos antepassados, os gauleses” ou Asterix como pai fundador.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 425 outros seguidores

%d bloggers like this: