Archive for Junho, 2010

Simplesmente Vivendo

Junho 24, 2010

Aprendi que existe dor e sofrimento e são diferentes, sofrimento é quando não aceitamos as coisas, não aceitamos que as pessoas se vão, que esse, inevitavelmente é o fim de todos nós. E seguimos sofrendo, sempre.

Dor é o lado bom – eu nem sabia que podia existir um lado bom – dor faz parte do processo, dor deve ser sentida em pleno, deve existir porque é normal porque tem que ser, e não se deve fugir dela, ela traz tristeza e essa tristeza não deve ser escondida, arriscava até dizer que ela deve ser curtida.

Se a dor for vivida e usada como deve ser, nós aceitamos, aceitamos que é o processo normal da vida – no contrário, vivemos em sofrimento -  e essa dor se transformará, com o tempo, muito tempo, em saudade, numa saudade das coisas boas, das alegrias, das aprendizagens, da vida, das pessoas.

Aprendi isto, aprendi isto na teoria, ainda não cheguei lá, ainda tenho uma dor misturada com sofrimento, e por vezes até uma negação - dizem que também faz parte do processo – mas acho que estou no bom caminho, pelo menos já sei como deverá ser.

E nestes altos e baixos, nesta aprendizagem, muitas vezes vou sorrindo, não um sorriso forçado, que já me disseram também, que não é esse que os amigos precisam, mas um sorriso honesto, de quem vai estando de bem com a vida, de quem vai festejando a vida e sabendo que ela é bonita, é bonita e é bonita.

Tenho momentos de muita calma, onde sinto as energias alinhadas, onde sinto que sei o caminho, onde tenho força para o seguir. Estou num desses momentos. Sei que não chegarei ao final deste ano com a balança equilibrada, nem me exigo isso, só quero metas possíveis, mas quero lá chegar, ao final de 2010 com o mais perto possível, desse equilíbrio, e estou a trabalhar para isso.

Achei que gostariam de saber…

Simplesmente sentir …

Junho 17, 2010

Um dia, de repente, só resta o Amor. Tudo o resto acabou. Eu amo-te, tu amas-me, mas não temos mais nada, nem sabemos para onde vamos, e nessa altura, essa é a altura, se houver inteligência, de tudo terminar.

Concrete jungle where dreams are made of

Junho 17, 2010

E é aqui , bem no meio da selva de cimento que vou dar o grito que me cala na garganta !!!

Raíz da Alma – Paulo Flores

Junho 16, 2010

Raíz da Alma

É hoje e amanhã no Espaço Bahia. Gosto muito do nome deste projecto que segundo li propõe o encontro entre violões e percussões étnicas no semba (com lançamento do CD agendado para Setembro deste ano).

Acho que quando a alma cria raíz tudo o resto cresce fortalecido. Não alma no sentido bíblico porque nessa não acredito, mas alma como o interior, como o mais profundo, como aquilo que nos forma mas não se vê.

E quando se encontra a raíz da alma é realmente quando se chega ao mais profundo, ao mais genuíno que algo pode ter. Neste caso, a nossa música, a nossa raíz, onde tudo nasce. Acho que o Paulo ainda está nessa busca, na busca e afirmação da angolanidade, mas que bem que o tem feito.

Hoje será  “Semba no Violão” com violões, baixo acústico, sax e voz, enquanto a quinta-feira está reservada para o espectáculo “Raíz da Alma”, com violões, percussões étnicas, baixo acústico, sax e voz.

Se me perguntarem hoje e amanhã, onde querias estar, onde queres estar, eu responderei, com os olhos brilhantes de alguma lágrima que teimará em cair, no quintal do Espaço Bahia.


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 425 outros seguidores