Archive for the ‘Divagações’ Category

A Kianda e a Lua

Setembro 9, 2013

Passei por aqui para reler algumas coisas, para procurar um artigo que sabia que um dia tinha escrito, encontrei outro. Com um título que faz arrepiar, porquê? Porque foi escrito em 2008 sobre coisas que me acontecem em 2013 … Pois, como diria o outro, é isto!

Acredito em energias, acredito em sinais, acredito nas estrelas e ohhh como acredito na lua. Essa que me orienta, que me ilumina o sorriso, que tem um pacto comigo, que me tenta mostra o caminho certo…

Por vezes, não sei ler os sinais, muitas vezes não sei, mas eles estão sempre todos lá.
Este é mais um. Não sei o que é, não sei ler, não consigo entender, mas sei que me deu uma vontade grande, quase incontrolável de voltar a escrever.

E aqui tou eu, com uma roupagem nova, que talvez ainda sofra alterações, e de certeza com uma linha editorial mais intimista. Mas sempre neste silêncio que tenta ser uma voz presente.

Intuição

Outubro 30, 2011

Pequenos detalhes que nos levantam as antenas. Nunca gostei do discurso eu sou muito honesto, ele é um bandido. Eu sou muito educado, ele é um bandido. Mas … pois faço … se todos fazem eu é que não ia fazer? Mas … tá errado. Errado? Todos fazem ?

Pois … o discurso de, tá errado porque não sou eu que estou ali, incomoda-me. Mais … toca as campainhas todas. Levanta as antenas. Sempre me disseram que eu era uma pessoa com uma intuição muito forte, eu nunca percebi o que isso queria dizer :) .  A minha terapeuta disse o mesmo, e que eu tinha que aprender a prestar mais atenção a isso. Aos sinais, acho eu.

Não és má pessoa, vou continuar tua amiga, mas devia ter lido melhor os sinais. Até já consigo imaginar a tua nova conversa. Será que estou a deixar de ser intuitiva para ser adivinha? Vamos ver …

Vou voltando

Outubro 13, 2011

Devagarinho sinto que estou a voltar. Bem devagarinho mesmo.

Não sei que linha editorial quero seguir. Sempre foi um blog menos pessoal e mais opinativo, chegou a virar forúm de discussão, mesa de café que nem sempre correu bem o que me obrigou a fechar a porta.

Sinto vontade de escrever sobre temas mais pessoais, deve ser uma fase.

Mas ainda não sei. Também, sem pressa. Devagarinho, talvez volte. Nunca a ser o que era, porque isso era impossível, falta uma parte de mim. E também porque nunca se deve voltar para trás. O caminho é para a frente, aprendendo com o passado mas olhando para o futuro.

Pensei em fechar este e começar outro, novinho, diferente. Mas gosto deste. É mesmo verdade, não há amor como o primeiro :)

E vão sobrando poucos …

Outubro 12, 2011

Vamos perdendo os nossos kotas, as nossas referências, vão partindo e nós ficamos meio perdidos.

Não é porque é o nosso pai, a nossa mãe, o avô do nosso filho, a nossa tia, esses vão e a dor é eterna, não vai passar nunca, a saudade vira nossa companheira.

Mas estamos a perder, os nossos músicos, os nossos escritores também. A geração da Utopia vai desaparecendo e nós? Esta geração que não é a das torres de Luanda e também não é bem da utopia, está algures no meio, perdida. Perdida porque começa a ficar sem pontos de referência.

Eu sei, sei que todo o mundo diz, no meu tempo é que era. Sei que temos sempre a mania que o nosso tempo é o melhor que existe, melhor do que está lá atrás e muito melhor do que está à frente, eu sei. Mas quando olho para o lado e vejo o desporto como está, a música, a literatura, a poesia … fico meio perdida. Admito.

Ontem partiu mais um. E para não dizerem que não estou aberta ao que é novo, à nova geração, ao que tem qualidade, deixo aqui a minha homenagem, na voz de Aline Frazão, uma jovem que descobri à pouco tempo – por sugestão do meu primo – e que estou a gostar muito.

Acho genial, esta “brincadeira” com a música do André. Até Sempre.

Alguma coisa

Outubro 11, 2011

20111011-001257.jpg

Alguma coisa nesta foto mexe comigo. Eu que até não gosto de laton com olhos claros, mas gostei desta foto. O olhar intenso, o brilho, alguma coisa mexe comigo. Hoje vi esta foto e imediatamente senti que a tinha que publicar, que tinha que dizer alguma coisa sobre ela.
Porque um dia, um dia destes, vou saber porquê, vou conseguir perceber o que gostei nesta foto. Entretanto fico com a intensidade do olhar.

Acordei assim

Agosto 16, 2010

“Quero ter você bem mais que perto … ” como amei esta frase !!!

Tou preocupada

Março 8, 2010

No outro dia, ao sair à pressa para, infelizmente, um funeral, raspei no carro de uma colega minha. Ela hoje apresentou-me o orçamento de uma oficina amiga do amigo e …

– este é o valor com iva, mas se não precisares da factura, este será o valor sem iva.

E eu aceitei, o valor sem iva. Pela primeira vez fui contra aquilo que eu acredito. Que todos devemos pagar ao estado os impostos devidos, porque eu ao aceitar um valor sem factura, a oficina não irá declarar este valor ao estado e assim sucessivamente e o sistema fica todo alterado.

Não vos sei dizer porquê que tomei, num impulso esta decisão, se tou cansada de ser D.Quixote, de ser chamada de parva por todos à minha volta, se a crise justifica, não sei … sei que tomei uma decisão que não me deixa nada confortável.

Mulheres

Janeiro 25, 2010

Já tive mulheres de várias idades … de … não, não é esta a música! É algo que não me sai da cabeça desde ontem, mulher é bicho esquisito (todo o mês sangra)… era esta a música :-)

Nós somos complicadas, realmente ao comparar géneros percebo alguma dificuldade dos homens em entenderem o que vai dentro desta cabeçinha, e por mim falo.

Nada é simples, isto a propósito de me ter lembrado que ficamos ansiosas à espera do sms, do telefonema, do email, what ever, não de um qualquer, mas “do” … e quando ele chega póim!!! Péra aí, não podemos responder já, temos que dar um tempo senão ele vai pensar que … vai pensar o quê mulheres?! Lição número 1, homem não pensa, por isso nesta situação também não vai pensar (tinha que ser, tinha que aproveitar para dar uma pancadita, senão o post não era meu).

Mas acho isto o máximo, só respondo daqui a uma hora, para ele não pensar que estou “that into him” e depois passamos o tempo todo a olhar para o relógio a contar os minutos para que passe a tal barreira de tempo que achamos lógica e respondemos. Ele lê a mensagem ou o email ou … e … imediatamente responde. Ele não pensa nada, ele lê, tem vontade de responder e responde !!!

Estão baralhadas?! That simple?! YES !!! Naquelas cabeçinhas é assim, simples. E não pensem que respondeu porque quer casar, não, ele também não pensou isso tudo, não vos imaginou vestidas de branco, não imaginou daqui a 10 anos com 3 filhos para ver se vocês encaixavam nessa picture, nada, zero, ele leu algo e simplesmente, respondeu !!!

ufffffaaaa, é cansativo ser mulher !!!

Mudar mentalidades…

Outubro 30, 2009

…aqui, ou aí?! Nem daqui a cem anos …

“Um grupo de milionários alemães vai enviar uma petição ao governo propondo a criação de um imposto de 5% sobre a fortuna dos mais ricos durante dois anos. Dieter Lehmkuhl, o responsável pela proposta, diz que se os 2.2 milhões de alemães com mais de 500 mil euros pagarem mais impostos é possível arrecadar 100 mil milhões de euros para ajudar a recuperação económica do país”

Pequenos pormenores

Outubro 19, 2009

Tavamos a ler um artigo e de repente “65% dos homens portugueses com mais de 40 anos queixam-se da vida sexual” … Mais de 40 anos?! E todos aqueles abaixo dos 40, casados, comprometidos, noivos, que se metem comigo e não me largam?! Perguntou-me ela?!

Bem … admito que fiquei meio sem resposta, ela costuma desabafar comigo e eu vou sabendo. Devem ser os outros 35% – respondi eu, para não ficar calada. Mas assim, não sobra nenhum português satisfeito. Pois.

Mas voltando ao artigo. É sobre detalhes que dão cabo de qualquer momento a dois: as meias brancas e as pulseiras de ouro dos homens ou os gritos excessivos das mulheres, diz o artigo. Eu assim de repente, lembrei-me de um. Quem não tem?! Quem não tem uma história onde aquele pormenor, aquele pequeno detalhe fez o click contrário. O anticlímax. Mas atenção que o pequeno detalhe de uns pode ser o fetiche de outros. Por isso cada vez gosto mais de observar pessoas, de conhecer pessoas, de conversar.


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 425 outros seguidores