Modelo perto dos 40 … O 1º casting

Na sexta feira estava ela a começar a relaxar, sapatos para um lado, roupa de trabalho para outro, quando recebeu uma mensagem no telemóvel a avisar que tinha sido enviado um email com um casting para segunda feira. “Confirmem disponibilidade” – dizia.

Hum … 8 da noite? Este meio da moda realmente não é para mim – pensou ela. É tudo muito em cima da hora, tudo parece desorganizado, eu gosto de ter tempo para me organizar, para perceber como vou fazer as coisas … – continuava ela embrulhada nos seus pensamentos enquanto se dirigia para o PC – Bem, vou ver o que o email diz. Eram 3 personagens, este era o dela [apaguei algumas partes para respeitar a identidade da marca]:

3 – Negócio de Restauração, actividade bem sucedida, moderna e representada por dois sócios (Homem e Mulher): representam a dimensão proximidade da marca;

Estilo Executivo, moderno
* a preocupação com o serviço prestado aos seus clientes é a regra mais importante
* organizam provas de vinhos no restaurante
* restaurante de comida portuguesa mas com ar moderno e trendy

Resolveu ir dormir e pensar nisso no dia seguinte, depois de trocar uns sms com a Agência que lhe disse que só precisava de uma resposta na segunda feira de manhã.

Hoje, depois de algumas conversas no fim de semana com amigos (poucos para não baralhar) que acharam que ela não perdia nada em experimentar, ela resolveu  ir … o casting era das 12h às 18h.

Ela achou que já que entrou (apesar de ainda não ter assinado contrato) devia fazer alguns castings para perceber o que era este mundo, nem que fosse para contar 🙂 , lá se vestiu conforme o figurino, tentou fazer a melhor make-up que sabia mas soft como lhe ensinaram e arrancou. Entretanto já tinha percebido que afinal devia ser por hora de chegada e que talvez não tivesse que perder um dia por cada casting que resolvesse fazer.

Foi o 48, depois de responder às perguntas Agência/ Altura/ nºcalças/ nºcamisa/ nºcasaco/ nºsapatos/ telefone … esperou. É engraçado, contou-me ela, ver os diferentes tipos de pessoas, as conversas, os mais faladores, os mais tímidos. Muita gente jovem, não parava de chegar gente, da faixa etária dela, supostamente para o mesmo personagem, a olho nú (porque isso de tentar adivinhar a idade pode ser traiçoeiro) ela contou 3, mulheres. Foi engraçado e curioso ver que a maior parte dos homens que lá estariam para o papel masculino do restaurante eram muito mais velhos, de 50 para cima. E que linda a mulher, de cerca de 65 anos que lá estava também, tão simpática, tão sorridente, tão meiga.

Afinal, o casting eram fotografias, primeiro com um quadro a giz com o número, 48, com ar de prisioneiro, e depois “cara séria , agora dá-me um sorriso, corpo de lado e olha para aqui, séria, sorriso … ” já está. 5 minutos e já está … uffffa, ainda tenho tempo de voltar para o trabalho.

Desde que ela chegou até que saiu não foi mais de uma hora, já estava no número 70 e tal, são 3 quadros diferentes, ok … mas mesmo assim, até às 18h a este ritmo, quantas pessoas apareceriam mais? Ou as Agências escolhem mal e mandam toda a gente para o casting, ou há modelos a mais, ou trabalho a menos? Talvez um pouco de tudo isto.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: