Tomada de posição

Este blog é escrito sem nenhuma orientação de esquerda ou direita e no dia que me apetecer paro simplesmente de escrever, exactamente da mesma maneira que comecei um dia, simplesmente porque sim. O que mais se aproxima daquilo que me leva a escrever é a analogia que encontro com o sofá do analista.
Escrevo sobre mim, sobre música, sobre Angola, sobre o Mundo e sobre Portugal que não é o País onde nasci mas é aquele que escolhi para viver.
E acho – nem sempre achei, mas crescer e ter maturidade é um pouco de tudo – que o facto de alguém não ter nascido num País não lhe deve retirar o direito a opinar, criticar, eventualmente até votar ou mesmo governar … estamos numa era de globalismo, de um mundo com cada vez menos fronteiras e devemos todos ter o direito de participar nas sociedades que escolhemos para viver, por um ano, 2 , 3 ou a vida toda.

Anúncios

10 Respostas to “Tomada de posição”

  1. joannv Says:

    Tens razão.
    Eu não sou francesa, mas pago aqui os meus impostos. Tenho direitos 😉

  2. maria Says:

    Então kianda? Não percebi…. Ontem fizeste um ano de blog e hoje já te estás a sair com esta!
    <>
    Houve divórcio foi? Lol 😀
    Kianda, sempre a brincar contigo! 😉

  3. maria Says:

    epá não saiu a frase que colocaste ontem « Casamento é um relacionamento a dois, no qual uma das pessoas está sempre certa e a outra é o marido »

  4. migas Says:

    Concordo a 100% kianda, como aliás deves imaginar!

  5. f. Says:

    Tens meu total apoio, Kianda, não precisava nem dizer-te.

  6. Global Voices Online » Angola: On freedom of expression and globalisation Says:

    […] Kianda [pt] thinks that “the fact that someone was born in one country should not revoke their right to think, criticize, vote or even run for elections [in another country]… we are in the globalisation era, in a world with fewer and fewer boundaries and we should all have the right to participate in societies that we have chose to live for a year, 2, 3 or a lifetime.” Posted by Paula Góes Share This […]

  7. Fernando Baião Says:

    Acho que um blog serve para o seu dono escrever sobre aquilo que gosta, informar e dar opinião sobre o que se passa no mundo ou no seu “cantinho”. As pessoas que lêem, falam ou respondem conforme as suas convicções. É através do diálogo que se entendem. Se há contraditório ninguém tem que se ofender. Isto não é um mundo só de rosas. Criticar construtivamente é uma coisa, criticar sem apresentar soluções é outra. Kianda, continua, pois o teu Blog é bastante equilibrado, pena é que o Benfica não o seja.
    P.S.:E eu de anónimo não tenho nada.

  8. kianda Says:

    Nem nunca me passou pela cabeça que algum dia te tornasses anónimo … fosse onde fosse.
    O Bendica infelizmente tá a começar a manter um certo equilibrio, mas no fundo …

  9. Global Voices amin´ny teny malagasy » Angôla : Ny fahafaham-panehoankevitra sy ny fanatontoloana Says:

    […] no manapariaka ny heviny momba ny fahafaham-panehoankevitra sy ny fanatontoloana : que o facto de alguém não ter nascido num País não lhe deve retirar o direito a opinar, […]

  10. vaniasilva Says:

    Gosto muito do texto , concordo plenamente (:
    **

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: