Sem palavras

Este video foi posto esta semana no youtube com o título de campanha e eu não consigo acreditar naquilo que vejo…comparação? Eu sou bom os outros são guerra??? Qual guerra, estamos em paz há 6 anos … armas? granadas?

Preciso de confirmação que esta campanha é efectivamente actual e de ajuda para conseguir perceber a cabeça deste criativo, de quem aceitou a campanha, de quem autorizou …

Onde está o partido que temos no coração?

Advertisements

4 Respostas to “Sem palavras”

  1. Fernando Baião Says:

    Que é propaganda para as futuras eleições ninguem tem dúvida, agora falar em paz com armas na mão, é um contrasenso. Pode se virar o feitiço contra o feiticeiro e em vez das enxadas lá aparecem outra vez as kalashnicov, os morteiros e as minas assassinas. Parece-me que, quem faz propaganda desta, são os que não estão muito seguros de ganhar, pelo menos com a maioria absoluta. Esperemos calmamente por Setembro e que tudo se passe da melhor maneira possível para bem deste Povo já tão sacrificado: primeiro a escravidão, depois 500 anos de colonialismo, a seguir a guerra de libertação e por fim uma guerra civil ainda mais devastadora. Chega. Que desapareçam o petróleo, os diamantes e outras riquezas do solo e subsolo angolano, para ver se os kalundus vão “chatear” outro. Pedir ao Tribunal de Haia que prenda os caméricas e pulas europeus das multinacionais e lobbies e os julgue por crimes contra a humanidade, não é só prender um ou outro ditador africano, só para inglês ver, que comparados com os multimilionários da lista da Forbes são autênticas criancinhas.

  2. Mirella Says:

    Kianda, também vi este vídeo esta semana no youtube. Inacreditável. Como Fernando Baião diz, é um verdadeiro contrasenso falar de paz com imagens de armas. Espero que seja apenas um alarme falso porque se o MPLA for mesmo usar vídeos dessa natureza durante a campanha, é um péssimo sinal. Tenho a impressão de que a manutenção da paz será o enfoque da campanha. Não que isso não seja importante, nem necessário. Mas também é uma maneira de não tocar em assuntos como direito à educação, à saúde e etc. e focar apenas na paz. Nas últimas eleições moçambicanas, por exemplo, foi isso que aconteceu, mesmo o paz já estando à época com 12 anos de paz.
    Bom, se você estiver em Angola, aqui vai um vídeo educativo sobre as eleições: http://www.youtube.com/watch?v=xKpMrzU8y3Q. Estamos distribuindo gratuitamente em DVD para instituições angolanas interessadas em educaçao eleitoral.
    abs e parabéns pelo blog. Sempre venho aqui.
    Mirella

  3. Bibbas Says:

    A campanha ainda não começou oficialmente. Isso parece que deve ter sido feito mais por um amador que propriamente por uma empresa contratada pelo MPLA…partido ainda no coração de alguns, mas já fora do coração de muitos…FBaião desejar que as riquezas desaparecam do nosso solo, me parece um exagero!!!!?????…que tal desejar que se dê espaço a pessoas capazes e honestas para gerirem essa riqueza, que se processem investimentos na educação das crianças e jovens, para que então a maioria dos angolanos, os filhos desta nossa Angola, possam enfim ver uma luz no fundo do tunel??????!!!! hummmmm?????…

  4. Fernando Baião Says:

    Ó Bibbas, “que as riquezas desapareçam do nosso solo” é no sentido figurado, lembrar que, se não as tivessemos, a cobiça internacional teria nos deixado,em paz. Os do m pé lá ou do pé cá, fenelas e os do partido dos cocoricó, seriam realmente todos “brothers” e os nossos filhos seriam felizes naquela terra tão bonita, todos com uma rosa de porcelana nas suas mãos, cantando Angola no Coração.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: