Reciclagem de Óleos Alimentares Usados

A AMI inicou uma campanha que por todas as razões e mais algumas eu felicito e publicito. Principalmente nesta altura em que o preço dos combustíveis fósseis sobe em flecha, por especulação ou mesmo porque são finitos, o certo é que temos que começar a encontrar alternativas, baratas e ecológicas! Fica aqui a Campanha:

” Talvez não saiba, mas o óleo alimentar que já não serve para si pode ainda ajudar muita gente. Em vez de o deitar fora, entregue-o nos restaurantes aderentes para que este seja recolhido. Além de diminuir a poluição do planeta, cada litro de óleo será transformado num donativo para ajudar a AMI na luta contra a exclusão social. Dê, vai ver que não dói nada.

Este novo projecto ambiental da AMI permitirá evitar a contaminação das águas residuais, que acontece quando o resíduo é despejado na rede pública de esgotos, e a deposição do óleo em aterro. Os óleos alimentares usados poderão assim ser transformados em biodiesel, fornecendo uma alternativa ecológica aos combustíveis fósseis, e contribuindo desta forma para reduzir as emissões de Gases de Efeito de Estufa (GEE). Ao contrário do que por vezes acontece com o biodiesel de produção agrícola, esta forma de produção não implica a desflorestação nem a afectação de terrenos, nem concorre com o mercado da alimentação.”

Advertisements

4 Respostas to “Reciclagem de Óleos Alimentares Usados”

  1. migas Says:

    Curioso a entrega ser feita em restaurantes… :o)

    Beijo

  2. engricky Says:

    Migas, é feita em restaurantes pq foram eles os naturalmente escolhidos para fazerem as parcerias, produzem “bué di litro” 😉
    Esta atitude é de louvar. Demorou mas foi… Há já uns 4 anos q trabalhei com empresas da área da restauração q optaram por fazer a recolha e entrega dos óleos alimentares (e na altura pagavam para isso) e finalmente teve q vir uma organização de peso para avançar com este processo.
    O mais engraçado é q não é uma organização directamente ligada ao meio ambiente. Será q é por estar ligada a um lobbie tão forte e onde poucos se atrevem a mexer? Vão ver q ainda aparecem um dia as farmacêuticas a actuar nesta área 😛

  3. kianda Says:

    Obrigado pela explicação, Engº 😉

  4. migas Says:

    Muito bem engricky! :o)

    A minha dúvida estaria relacionada com o possível “desvio” de alguns litros, menos “usados”. Eu pelo menos detesto usar óleo com “cheiro a óleo”, se é que me faço entender. Então, raramente o utilizo muitas vezes… Logo, a minha mente preversa já imaginava alguns restaurantes a aproveitar o óleo da dona miquinhas do 2º esq., que ainda está bom para fritar uns filetes! ahahah É a crise, engricky! :o)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: