O Futuro de um País

São as crianças. Ouvi de manhã que em Moçambique o governo quer atingir a meta de 54 crianças por professor, porque neste momento a média de alunos por professor numa sala de aulas é de 72 !!!

Conseguem imaginar um professor a tomar conta e a tentar ensinar 72 alunos numa sala da 1ª classe ??? 54 em 72 é uma melhoria, mas 54 ???!!!

8 Respostas to “O Futuro de um País”

  1. Jo Ann v., a writer on the D-List Says:

    Credo ! Em França, quando se tem 32, já os professores e os pais dos alunos reclamam !

  2. miguitas Says:

    Hummm… Aqui à uns tempos contou-me alguém que já deu aulas cá, que leu uma notícia sobre a abertura de novas escolas… A notícia dizia qualquer coisa como: abriram x escolas que vão beneficiar y alunos. Fazendo as contas y/x, o número de alunos por escola era absurdo. Mesmo considerando turnos de manhã, tarde e noite… 😦 Conclusão, estes números nunca conseguem ser optimistas aos nossos olhos. Digo nossos, porque conhecemos outra realidade que não só a africana. Agora imagina estes 54 alunos com telemóvel, ipod, calças no fundo do rabo e, expressões à lá morangos com açúcar (isso ainda está na moda aí… estou descactualizada ah ah ah). Era o fim do mundo em cuecas. Em África, apesar de concordar contigo, esse passo continua a ser positivo. Mesmo que o passo seja de caracol… 🙂

    Beijos kianda e bom findi!!

  3. kianda Says:

    Concordo. Ter uma meta já é positivo, perceber o problema e agir é sempre positivo, concordo. E Jo, era tb esse lado que eu queria fazer nota, pensei, nunca mais reclamo – mas claro que temos sempre que continuar a exigir o melhor, a educação pra mim é um dos pilares, a saúde é o outro, do desenvolvimento de um País 😉

    Quanto a essa moda, miguitas, felizmente tb tou desactualizada, na minha casa não se vê TVi, pouca tv se vê (é + dvd’s) , é mais TPA 2, ehehehehehehe!!!
    Beijús pra vcs e bom FDS!!!

  4. patadasilva Says:

    Os pilares de um país sao educaçao e saude publica, portanto condordo com voces as duas. 54 e´um numero absurdo, mas o facto positivo e´que o governo esta´a tentar melhorar e a investir na educacao das suas crianças. Mas para responder a tua pergunta Kianda, nao posso imaginar tentar ensinar 72 crianças, alias a ideia da-me uma inorme dor de cabeça…afinal vejamos mal aguento com os meus 2:)

  5. Jo Ann v., a writer on the D-List Says:

    Há que dizer também, que com a minha educação à la française, muitos anos passei eu com apenas 20 colegas apenas. Ensinar no estrangeiro é o sonho de muitos professores franceses porque em França não há as mesmas condições (de todo).
    Aqui, quando um jovem acaba de saír da escola dos professores (IUFM), o primeiro local de trabalho é em “ZEP” (zona de educação prioritária), ou seja: onde até o diabo não quer ir, porque é numa área particularmente dificil, com imigrantes e filhos de imigrantes, com uma taxa de desemprego mais alto que o resto da cidade, onde em 2005 todo o mundo viu os confrontos urbanos. E nesses casos, os jovens que dizem que de qualquer maneira estudar já não é seguro (muitos Bac+4 (mestrado) não encontram trabalho apropriado) e uns tantos já são gangsters (e não futuros). E é nesse inferno que os professores ainda verdes começam. É claro que querem ensinar à elite (filhos de expatriados e diplomatas)…

    (Epa, acabo já aqui o discurso ;-))

  6. maria Says:

    Jo, ahahahahaha… e acabaste bem! 😀 ( senão parecias o Fidel lol 😉 )
    Não quero estar a “mentir” (nem a inventar ) mas parece-me que por cá o máximo são 25 alunos por turma.

  7. kianda Says:

    Discursa à vontade Jo, realmente em sítios particularmente difíceis deveria ir quem tem mais experiência, os mais verdes se começam nesse cenário perdem logo a vontade de continuar no ensino, que para mim continua a ser uma profissão q deveria ser de vocação …
    Pois pata, eu só com 1, por vezes, no estudo da noite entro em desespero – e o meu até é fácil …
    Tb não sei maria, o meu filho está num ensino diferente, tem menos de 20 alunos na turma, todos os dias lhe relembro o privilegiado que ele é, e que tem que aproveitar a oportunidade que tem e que eu gostava de ter tido – mas eu acho que ele dá valor 🙂

  8. bibbas Says:

    72???? Já não sei se é de ter pena dos professores ou dos alunos…Meninas eu parece que voltei a escola. O meu filhao esta a fazer uma disciplina chamada Model UN, onde para alem de ter que escrever 6 artigos por semana, tera que apresentar um paper sobre a Tailandia…eu sinto que voltei a escola, pois agora levo bafos dele cada vez que dou um erro em ingles qd na tentativa de ser super mãe o ajudo…os papeis comecam a mudar!!! Um bocado cedo…heheheh

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: