Miriam Makeba

da net - autor desconhecido

da net - autor desconhecido

Ainda sem acreditar, escrevo aqui que morreu ontem em Itália, aos 76 anos, umas das vozes mais conhecidas de África e um dos símbolos da luta anti-apartheid.

Ao sair do palco em Caltel Volturno, depois de ter cantado num concerto de apoio ao jornalista Roberto Saviano (autor do best-seller «Gomorra», e ameaçado de morte pela máfia napolitana) sofreu  um ataque cardíaco.

Viveu no exílio durante cerca de 35 anos nunca deixando de lutar, com a sua música, só regressando a Jonesburgo em 1990 ao abrigo de reformas instituídas pelo então presidente F.W. de Klerk

Grande voz, como ninguém fundiu o jazz com sons tradicionais africanos. Hoje o mundo acordou mais pobre.

Advertisements

5 Respostas to “Miriam Makeba”

  1. patadasilva Says:

    Sim, vi a noticia quando acordei hoje demanha. Uma vida que fez uma diferenca positiva neste mundo, tanto a nivel musical como social.

  2. jose passos Says:

    ….tive a felicidade de em 1969, com apenas 14 anos, de assisti-la aqui em Porto Alegre, e nunca mais a esqueci, e como esquecer este telento musical, linda, simpática, carismática, sensual…Miria Makeba, a nossa “Mama” passou pelo planeta deixando a marca inconfundível dos grandes seres humanos, na musica e na luta anti-racial..Vá querida “Mama”, pois teu lugar na história está marcado com traços de ouro!!!!!!

  3. Says:

    Uma das grandes vozes femininas de referência em África e no Mundo. Esta mulher não foi apenas uma belissima cantora, foi uma heroína, lutou pelos ideais de um povo.
    É incrível como a nova geração perdeu algumas das mais importantes referências, hoje em dia qdo questionados, não sabem quem foi Miriam Makeba. Acredito que para ela a Vitória de Obama tenha sido uma vitória quase pessoal e apetece-me dizer que ela deve ter pensado “já posso morrer”. Paz à sua alma!

  4. kianda Says:

    Acho que depois das belas palavras aqui deixadas por vocês, não tenho dúvidas que a nossa “Mama Africa” se tornou mais uma linda estrela que nos ilumina todas as noites.
    É verdades xo, custa-me ver a nova geração tão vazia de tanta coisa, de valores, de referências… não posso dizer se a nossa foi melhor ou pior, mas de certeza que foi diferente!!!

  5. Bibbas Says:

    Acho um bocado injusto ligarmos o conhecimento da nova geração a MMakeba. É que ela foi referencia para nos e para muitos outros não só pela sua musica, mas pelo contexto que se vivia na altura. Ela nasceu e cresceu em pleno Apartheid e teve a coragem de fugir cantando e usando a sua musica para fazer advocacia. Em 1963 testemunhou nas Nações Unidas, contra o apartheid e como resultado perdeu a nacionalidade e só voltou nos anos 80. A nova geração não sabe de isso porque a “velha” não lhes disse :):):):): Uma outra maneira dos novos saberam quem foi MMakeba e serem informados que a musica dela esta no filme “Lion Sleeps Tonight”, assim como no show do Lion King etc etc…Eu vi o show dela em Luanda e desde aquela altura fiquei impressionada não só com a voz mas com os sons emitidos vindos de um dentro muito profundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: