E se fosse ?!

Por razões pessoais e intransmissíveis  preciso de ir a São Paulo, preciso de embarcar domingo de manhã – dia não útil portanto – tudo tratado hoje de manhã, falei no trabalho ok, lugar no avião ok, e … de repente lembro-me que quando da minha viagem , também relâmpago, a Paris tinha reparado que o meu passaporte português iria caducar no fim de Novembro …

De repente, eram 11:30 da manhã de uma sexta-feira, eu tava em Oeiras, o meu passaporte em casa, algures na Parede e o meu avião é domingo de manhã cedo…

Primeiro pensamento?! Os angolanos precisam de visto para entrar no Brasil?! Mandei sms para uma amiga que me respondeu “Claro!”😀

Segundo pensamento, vou ter de arranjar uma solução, pagando todas as urgências possíveis. E aí vou eu. Deixem que vos conte que no espaço de uma hora e meia eu dei  a volta à cidade, recolhendo informação – sem razão de queixa, todos prestáveis e simpáticos e úteis – e acabei no SEF do aeroporto falando ao telefone com um agente, também muito simpático, que me informou que no domingo de manhã na altura do check in eu exponho o problema e o SEF passa-me a título excepcional um passaporte provisório para eu embarcar.  Se o meu BI estiver válido, se eu tiver o passaporte antigo, 2 fotos e dinheiro para pagar (acho que 120€) eles emitem um passaporte com uma validade curta e o sr. garante-me que eu embarco – estes passaportes “provisórios” são válidos em alguns países, o Brasil é um deles.

Conto aqui esta história porque pode ser útil a alguém, eu não sabia da existência do dito passaporte. Portanto se tudo correr bem, tenho que admitir, que apesar de ter sentido um alívio por estar na Europa, sinto ao mesmo tempo que estou em Portugal e desconfio sempre, se tudo correr bem dizia eu, estarei em S.Paulo até 4ª feira.

Mas termino com a razão principal que me levou a escrever  e que dá título ao post, e se fosse?! E se fosse na nossa terra?! Se fosse em Angola ?!

6 Respostas to “E se fosse ?!”

  1. Susana Says:

    Mas que raio?… Descubro o Diário de África há uns meses largos, sou guiada para a Casa de Luanda e por conseguinte para outros tantos blogues (O Silêncio da Kianda incluído) através dos links, sou leitora assídua (e assídua quer dizer várias espreitadelas ao dia – todos os dias) e de repente leio este post a dizer – estou em Oeiras?… e eu aqui em Paço de Arcos, mesmo ao lado… mas o mundo é mesmo assim tão pequenino? C’um catano! E pronto, aproveitei para dizer que gosto muito de ler todos os devaneios que por aqui e ali se passam. Beijos grandes e fica bem, Susana

  2. kianda Says:

    O mundo é mesmo assim pequenino Susana, é uma casca de noz !!!🙂 . Ainda bem que gostas e volta sempre. Beijo gordo.

  3. smile Says:

    Have you get everything that you need to travel!?!? :D:D:D Your report seems like an action movie… Give notices of your adventure in airport. Kisses😉

  4. XO Says:

    Se fosse… Terias muito mais para contar, não tenhas duvidas.
    mas deixa-me dizer-te que as coisas já mudaram um bocadinho, mas já se nota. Outro dia, por exemplo, resolvi um problema sem cunhas e sem “gasosas” (eu recuso-me a dar gasosas) e toda a gente me disse que foi apenas sorte , eu quero acreditar que não, que as coisas começam a mudar e mais nessa operação implicava a devolução de uma quantia monetária de uma empresa estatal que deveria ter efectuado um serviço e que por razões técnicas não fez, tudo aconteceu com a maior naturalidade, dirigi-me à repartição, coloquei as minhas questões, devolveram-me o dinheiro, e tudo dentro da maior cordialidade e educação, E esta hein…?! 😉

  5. kianda Says:

    Mas xo como sabes eu tb me recuso a dar gasosa e tratei dos documentos todos do herdeiro sem gasosa, simplesmente leva (normalmente) o dobro do tempo. Por isso nas urgências a coisa falha🙂
    Na província deve ser mais fácil, na capital dificultam e atrasam à espera da gasosa, quando percebem, finalmente, que não vais pagar, então funciona, mas já passou tempo.
    Mudam e mudavam se ninguém pagasse, se não se fizesse do pagamento da gasosa uma coisa “normal”

  6. Taia Says:

    as urgencias ja comecam a funcionar mas p preço é qq coisa de inacreditavel.Quando cheguei a Namibia e a policia disse-me q eu n podia entrar pq não tinha folhas para carimbar no passaporte senti um frio gelado na coluna vertebral, por sorte a dupla nacionalidade funcionou e saquei do meu pasaporte tuga, mas mal cheguei a terra resolvi tratar de um novo pois tenho uma viagem a porta. 300 usd numa agencia e tive o passaporte em uma semana!!!! eu n queria acreditar qd me disseram o preço , mas comecei a fazer contas e eu ia perder mais dinheiro se tivesse que tratar como particular. A taxa de urgencia em Angola é a doerrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: