Raul Castro

Visita Angola por 3 dias a convite do chefe de estado angolano. Raul Castro foi eleito chefe de estado pelo parlamento cubano em 25 de Fevereiro de 2008, após renúncia de Fidel.

Como já referi anteriormente, cresci em Angola no tempo em que dominava uma lógica socializante que se identificava com Che e o seu percurso. Foram muitos os meus professores cubanos. Foram muitos os médicos cubanos enviados para Angola. E foram, como todos sabemos muitos os militares que nos ajudaram.
Acho que Angola muito deve a Cuba, a Cuba de Fidel. Eu devo de certeza. Nestes momentos tenho sempre vontade de agradecer ao meu professor Serafim que me fez ter a certeza que era Matemática que eu queria tirar.

Ainda não vi “Kangamba”, o filme do cineasta cubano Rogelio Paris que se baseia nos combates de 1983, mas quero muito ver.

15 Respostas to “Raul Castro”

  1. pp Says:

    poramordesantaengracia!!! ha’ serafins e serafins!

  2. kianda Says:

    🙂 pp

  3. Jo Ann v. Says:

    Eu cresci e vivi 4 anos em Cuba, e fico sempre nostálgica daquilo que provavelmente não sei🙂

  4. Fernando Baião Says:

    Podem dizer o que quiserem de Cuba, isto e aquilo, mas serei eternamente reconhecido aquele país, foram eles que nos ajudaram a resolver a pressão dos Mobutus, Carcamanos e caméricas reaccionários

  5. Bibbas Says:

    Welcome back FBaião….eu estou contigo, adoro “los hermanos cubanos”. Fazem da parte da minha infancia e do meu processo de aprendizagem…apesar dos russos e bulgaros tb terem andado lá pelas escolas, os cubanos deixaram uma saudade singular…tive uma professora de biologia, cheia de energia, que ia dar aulas de rolos na cabela e toda pintada. Dizia ela que mulher tinha que ser bonita a noite e que um dia nos iamos entender isso!?…gente boa, simples humilde, que estava sempre pronta a ser amiga dos angolanos e a experimentar a nossa comida…Nao digo de maneira nenhuma Viva ao Fidel, mas digo sempre Viva a Cuba!

  6. celio vandike Says:

    patria ou muerte unidos venceremos…..

  7. António Ouvídio Fonseca Says:

    És un gran orgullo tener al hermano Raul Castro devisita en nuestro País que és al mismo tiempo su Casa yo no digo que el Pre4sidente de cuba há visitado Angolo pero si digo que el há dado la vuelta al mundo com sus ensenhanças e está solidariamente haciendo lo que siempre nos han ensenhado me pasem 14 nos estudiando en cuba agradesco a esta gran revolución Pátria o Muerte Venceremos que viva Fidel, Castro y la revolucíon Cubana.

  8. Bibbas Says:

    Viva a Cuba livre…sem o Fidel…É bom gostarmos do Fidel quando não vivemos em Cuba…como a minha mãe diz é fácil ser “Capuchino socialista” quando toda a nossa existencia é capitalista e livre. Se o Fidel é tão bom, porque não houve eleições presidenciais nos ultimos 40 anos? Porque que Cuba é tão Fidelista e menos Comunista…Eu conheço muito cubanos, alias aprendi ingles com uma professora cubana a quem o sistema do Fidel nao deixou entrar em Cuba pois ela ficou em Angola. Tb tenho uma amiga portuguesa que casou com um cubano que veio para Portugal e hoje esta na Holanda. A minha irma em Angola trabalha com muitos cubanos, que eu espero um dia que ela possa partilhar com voces a historia de vida do Frank e como a sua mulher e filhas chegaram a Angola…(arrepiante). Conheco tb uma cubana que mora no Estoril que casou com um americano que trabalha na Nato, que tem relatos incriveis de persequição…para alem dos muitos cubanos que conheci nos Estados Unidos…uma coisa eu vi em todos eles…um amor grande pela terra, e uma tristeza imensa de terem o Fidel, pois a todos eles ele negou um dos fundamentos basios da vida…liberdade! O Fidel fez algumas coisas boas e mito importantes, é claro…mas perdeu-se no processo…Viva a Cuba sem Fidel!..

  9. kianda Says:

    Como já repeti, cresci num País comunista e com pouca liberdade e com nostalgia relembro que toda a gente tinha acesso gratuito à educação…foi uma escolaridade média/baixa a que eu tive?! Foi (hj percebo isso) mas … podia ficar aqui horas. O modelo comunista de Lenine era utópico, claro que sim e por isso morreu mas … como se vê o modelo capitalista tal como o conhecíamos acabou de falir…
    Acho que Fidel defendeu Cuba como tinha que ser na altura contra a América que tem (esperemos que com Obama tinha) a mania que manda no mundoe se assim não fosse hoje a ilha tava anexada … depois perdeu-se no percurso (mas porque acreditou num ideal) e teve falhas !!!
    É engraçado pensar hoje numa América de Bush, no séc XXI que prendeu quem quis sem direito a julgamento, invadiu quem quis sem pedir licença, polui o que quis porque sim … liberdade?! Há uma frase que aprendi há muitos anos e que faço assinatura “a minha liberdade acaba onde começa a dos outros”
    Acho que Raul tá a fazr um bom trabalho, gosto dele, mas algo me diz que daqui a 10/15 anos muito cubano na ilha vai ter saudades de Fidel…
    nenhum sistema é perfeito e moderação e meio termo cada vez parece mais o ideal…
    [minha singela opinião]

  10. Bibbas Says:

    Acabou a guerra fria, e portanto o Fidel deveria ter mudado como todos os outros…Se todas as atitudes de Fidel fossem só por causa da America, o mal não seria tao grande…ou ele manda matar os homosexuais e prender os seropositivos por causa do Bush e do capitalismo? Só vai ter saudades do Fidel, quem como algum de nós, não passou na pele o que o Fidel e seu sistema fizeram a eles e suas familias…o Pinoche tb fez coisas boa, acabou com pobreza extrema, construir montes de escolas e mudou para melhor os indicadores sociais…no entanto tem muita gente que festejou a sua morte, pois ele era um ditador…e assim será com o Fidel…

  11. pp Says:

    boa bibbas!!!
    (nem e’ necessario escrever mais)
    kianda, ha’ poucos serafins e muitos castros😉

  12. kianda Says:

    ok pp.😉

  13. Patadasilva Says:

    Oh Kianda kiandinha, tas nostalgica lol. Tens razao devemos muito a Cuba e claro consequentemente ao Fidel, tb me lembro com nostalgia dos nossos tempos de escola com os professores cubanos etc no PUNIV. Alias eu lembro-me de quando era miuda ser muito fan do Castro mais velho…ele fez sim coisas muito boas para o seu pais, um grande exemplo e´um sistema de saude publica brillhante e mundialmente reconhecido como tal…mas ele infelizmente sofre do mesmo mal de todos os ditadores uma sede insaciavel de poder que o levou na minha opniao a demencia, e a perseguir e maltratar o seu proprio povo e hermanos e hermanas que nao partilham da sua ideologia. Tenho a certeza que como os exemplos que a Bibas apresentou ha muitos mais. Isso e´uma realidade que nao se pode negar, independentemente dos nossos feelings pessoais sobre o homem.

  14. kianda Says:

    Pata minha amiga há séculos😉 … conseguiste, conseguiste escrever exactamente aquilo que sinto e tentei dizer. Vou ter que admitir e deixar aqui escrito (mesmo que custe😉 ) , ok, cá vai, concordo 100% com tudo o que escreveste, ehehehehe.
    Não nego e tb disse que achei que ele se perdeu no caminho, e claro que já não sou fã como era, mas, tenho os meus feelings e quando vi o documentário/entrevista de Oliver Stone reconheci o homem que um dia existiu, um grande homem com grandes ideais que, infelizmente (e se calhar tens razão) , como todos (ou quase), se perdeu no caminho!!!

  15. Patadasilva Says:

    Ah minha cara Kianda nao te preoucupes…eu nao conto a ninguem LOL…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: