Pedacinhos do tempo

Ao dar uma volta pelos blogues que costumo ler reparo que anda tudo “parado” – pensei que era só eu🙂 . Não sei o que é, se é verão, se é da crise, se é da gripe A … o que é  certo é que ando desmotivada e pelos vistos, meio mundo também.

E também não é hoje que vou escrever algo com pés e cabeça, se é que alguma vez escrevi. Vou dar notícias, vou falar de pequenos momentos que do nada se tornam grandes, de tão simples, bonitos e agradáveis.

Depois de um fim de semana no Alentejo, Cercal do Alentejo para ser mais exacta. Entre muitos sitíos , este foi um feeling, fomos parar à Herdade da Matinha, HM, um conceito que amei, o Alfredo e a Mónica (não, não os conheço🙂 ) receberam-nos muito bem !!! E fomos descobrindo, os sabores, os cheiros, o jazz, as cores dos quadros, das toalhas de mesa, principalmente a paz e a boa energia. Um conceito que um dia gostaria de ter, aquilo que imaginei que gostava de ter como negócio aliado a filosofia de vida está ali, com mais ou menos detalhe.

No sábado descobrimos uma praia – quase que o Jeep entrou na areia, quase – acho que se chama “praia do pessegueiro”, é em frente à ilha. Spots desertos, cercados por montanhas que protegiam do vento e nos isolavam. Pena a àgua ser tão fria, um bloco de gelo. Mas mais uma vez, só o sol e o barulho do mar a bater na areia. Valeu. Valeu a companhia, as conversas, os silêncios. Valeu.

Tava eu a dizer que depois desse fim de semana, embarquei eu para mais uma pequena viagem a São Paulo. São 10 horas de avião, mais uma hora de atraso da Tap. Acordar às 6h da manhã, aeroporto, avião, hotel. Depois de tudo isso e por razões várias, era única noite que teríamos disponível para (re)ver os amigos da Casa de Luanda, agora na Casa da Garoa 😉

Que jantar tão agradável, restaurante italiano com muito boa comida, bom ambiente e boa conversa. Finalmente a Kianda conheceu o F. e P.😉 . Mais um casal se juntou, os pais da P. , que agradáveis, que boa conversa se pode ter quando se está rodeada de pessoas, interessantes, cultas, educadas e tão agradáveis. Eu tava realmente cansada, estava acordada há 20 horas, hoje o despertar foi novamente às 6h da manhã, mas, realmente valeu!!! Já ganharam uma casa em Portugal, ou duas. Quando quiserem, apareçam.

4 Respostas to “Pedacinhos do tempo”

  1. Sostrova Says:

    Muito boa onda essa praia. Faz amanha quinze dias passei aí mesmo um fim de seman espectacular. Com tardes que se estendem pela noite a conversar, ler, apanhar lapas e beber tragos com velhos amigos. Do melhor!!

  2. C. e R. Says:

    Querida D.
    Ficamos lisongeados de estar referenciados na sua postagem. Reciprocamente, a sua companhia e a de F. T. nos proporcionou uma noite muito agradável. Realmente, fazer parte de um círculo de pessoas cultas e sensíveis é privilégio enriquecedor. Tanto em SP como em Santos, voces têm casas de amigos e ficaremos felizes em recepcioná-los.
    Grande abraço.
    C. e R.

  3. Pokemon Says:

    Ora o blog anda parado porque a senhora censura demais!!!! Se deixasse os temas correrem livremente e pegar fogo quando necessário, garanto-lhe que seria vem diferente desta pasmaceira actual! Você nem deixou o nosso comando F.Baião dar uma replica a um insoburdinado que apareceu por aqui!! Simples não???

  4. kianda Says:

    Pokemon🙂 … gostas é de uma boa maka !!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: