Domingo [com palavras]

«Pensamos que nos estamos a apaixonar por uma pessoa, mas, muitas vezes, o que nos seduz é a emoção do romance em si»

Ela era fantástica: divertida, bonita, inteligente – mas não era a mulher certa para mim. Passava o tempo todo a dizer-me para pôr a camisa para dentro das calças. Eu sou um homem do tipo camisa de fora. Eu queria mais, queria sentir-me arrebatado por ela – os homens querem isso tanto quanto as mulheres, só que a maioria finge que não.
.
.
.
Ela está com um homem que ama e eu estou casado com uma mulher que amo. Consta que ele usa a camisa dentro das calças. A minha continua de fora e, melhor ainda, os dias quentes que vivo com ela no Verão prolongam-se pelo resto do ano.

[Mark Barrowclifffe:comediante e escritor]

3 Respostas to “Domingo [com palavras]”

  1. cafefas Says:

    Amen amen amen…

    Este é o amor que vivamente recomendo. Amor tipo: “Ela está com um homem que ama e eu estou casado com uma mulher que amo”. Continuo a defender que o melhor amor é o amor real, aquele sem “clicks”, construído dia após dia tornando-se verdadeiro e intenso ao longo da vida comum. No outro dia via um belo show do Roberto Carlos (que nem aprecio muito mas valeu a pena) e numa belíssima interpretação ele cantava:

    “Olha eu te amo tanto e sei que sabes que sou capaz de tudo se preciso só pra ver brilhar a todo o instante no teu rosto esse sorriso”.

    Esse é o amor que vivamente recomendo, verdadeiro e renovado para que todos os dias possamos dizer a quem amamos coisas como o que cantou o Roberto. Graças ao meu bom Deus e a ensinamentos da vida, que tem sido muito generosa, falo com propriedade. Um toc toc “práqui”, um toc toc “práli”, um toc toc “pracá” um toc toc “pralá” mas o caminho firme é único e sólido.

    Boa semana companheiros com muita Paz e o meu carinho.

  2. Pokemon Says:

    Acho que nao existe estereotipo para amor perfeito. Existem pessoas cuja estrutura psicologica permite que se apaixonem e assim continuem para o resto da vida. uns podem aturar a chatice de por as calcas dentro toda a vida, outros podem reagir extremamente mal logo na primeira advertencia, bem como, a mulher chata insistir nas calcas o resto da vida, ou apenas conformar-se com o arranque dado pelo marido e, pensar em novo motivo para chatear. O conceito de amor e paixao pode em determinados momentos ficar ofusco no calor da situacao, mas falando de vida, jamais resistira a doutrinas, posturas e filosofias muito diferentes nos dois integrantes do casal.
    Pois, por isso tudo, deve certamente existir a variante do amor verdadeiro e eterno…viva o amor

  3. Fernando Baião Says:

    o amor verdadeiro e eterno, é a Amizade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: