Agradecer no fim do dia

Estava a ler um artigo Expresso/Única intitulado “Rir é o melhor remédio” com 10 ideias para potenciar a energia positiva. Coisa em que acredito religiosamente. E com alegria me apercebi que tento seguir quase todos os pontos, mas um deles , que não sigo – mas vou começar a fazer – despertou-me interesse. Deixo-vos aqui:

1. Agradecer as bençãos de cada dia
Talvez a falta de prática nos impossibilite saber como a gratidão proporciona um enorme incremento de bem-estar. Ser-se grato é um conceito recentemente estudado pela Psicologia Positiva, corrente da Psicologia que se interessa não apenas pelos aspectos negativos do funcionamento humano, mas também pela forma de potenciar os positivos. Gabriela de Abreu, fundadora da Associação Portuguesa de Estudos e Intervenção em Psicologia Positiva, aconselha vivamente o exercício das três bênçãos diárias. No fim de cada dia, registarmos três coisas pelas quais estamos gratos. Não precisam de ser grandes acontecimentos ou conquistas, podem ser as mais pequenas coisas: o olhar a linha do horizonte à beira-mar e respirar fundo, o sorriso dos filhos, um almoço agradável com um amigo. Robert Emmons, especialista norte-americano na área, chama a isto “querer-se aquilo que se tem”. Num mundo dominado pelo querer sempre mais, é incrível que se possa aumentar os níveis de bem-estar (e da tal energia positiva) com o simples reconhecimento do que já se tem. “Quando peço este exercício nas conferências que dou pelo país, muitas pessoas parecem verdadeiramente destreinadas, mas é fascinante ver a transformação que se opera passados alguns minutos: muitas, em vez de agradecerem três coisas, agradecem oito, dez! E quando se comprometem a fazer o exercício em casa, diariamente, mais tarde vêm revelar que isso as ajudou a ver a quantidade de bênçãos que o seu dia-a-dia contém, não obstante o muito que ainda possam querer conquistar.”
[Gabriela de Abreu é fundadora da Associação Portuguesa de Estudos e Intervenção em Psicologia Positiva]

Os outros:
2. Rir
3. Fé e a alegria de viver
4. Ioga, a bem aventurança
5. A força das cores
6. Organizar a casa segundo feng shui
7. Música na alma
8. Nos caminhos do Oriente
9. Agradecer as bençãos de cada dia
10. Mexa-se pela sua felicidade

7 Respostas to “Agradecer no fim do dia”

  1. marinalua Says:

    Amiga linda, há coisas realmente engraçadas entre nós. Estava sentada no sofa a ler a Única e tentar por em dia o FB que há dois dias acho não lhe ponha a vista em cima e parei nesse artigo e fiquei a ver o que eu não fazia. Infelizmente faço menos coisas que tu, mas parei algum tempo a pensar no que devia começar a fazer. Bjo-

  2. Bibbas Says:

    Eu com muita frequência agradeço as boas coisas que me acontecem. Tb agradeço a existência das pessoas que me fazem bem. Hje por exemplo cheguei a casa, sentei-me e pensei: estou grata por ter conduzido debaixo de uma chuva imensa, e ter chegado a casa bem…O socialismo, ausência imposta de religião confundiu-me um bocado durante alguns anos…hje e por causa tb de ter cruzado com alguém muito especial nesta estrada da vida, acredito profundamente que certas práticas fazem bem a alma…pelo menos a minha! Vamos rir, e agradecer!!! Porque não!!!????

  3. AL Says:

    Também li o artigo (aliás a revista Única é uma revista que leio com prazer todas as semanas) e fiz o mesmo exercicio da Telma. Também me faltam alguns pontos, mas estou a trabalhar neles. Bj

  4. kianda Says:

    O que eu gostei particularmente neste ponto que destaquei foi o “querer-se aquilo que se tem” !!! A mim, essa ausência de religião nunca me baralhou e cada vez acredito mais na força dentro do ser humano do que no “além”. No acreditarmos em nós e na nossa energia positiva, nessa algria positiva que se renova com os momentos, com o riso, com o Yoga, com a música, com o almoço agradável com os amigos, com a lambidela do cão, o beijinho do filho …😉 Marina.

  5. Bibbas Says:

    Quando estamos bem com aquilo que temos, saboreamos a musica, rimos com paixão, conjugamos as cores com euforia, e sobretudo agradeçemos por isso. Se não estamos, bem com aquilo que temos (acredito que nesse grupo entram mais de 50% dos mortais adultos), passamos o tempo a comparar (in)felicidades e sortes e perdemo-nos nesse caminho…Robert Emmons, não quere ir a a minha cidade dar um worshop? Nos agradecemos!

  6. kianda Says:

    Que missão hein Bibbas, workshop na tua cidade, para aprenderem a agradecer as coisas simples que têm…humm… que missão. Tanta gente que tem tudo e não é feliz, e não consegue ser feliz, e não pára de olhar para o lado, que missão!

  7. pp Says:

    so’ vou colocar por ordem (o meu dia)

    1- Mexa-se pela sua felicidade
    2- Fé e a alegria de viver
    3- A força das cores
    4- Música na alma
    5- Rir
    6- Agradecer as bençãos de cada dia (faco-o inconscientemente e nunca dirigido a alguem mas sim a pensar nos meus)

    (ioga nao mas uma bela de uma caminhada com o sol quase a nascer faz muito bem)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: