A Kianda foi à terra

E mergulhou nas suas águas e era tudo o que precisava. Incrível como um mergulho na ilha conseguiu carregar todas as minhas baterias. Mas, no dia seguinte havia calema. Esta contradição fez-me pensar, em tudo que é contraditório na minha terra, ou no todo que é uma contradição.

Ao olhar para o prédio da lagoa no Kinaxixi, pensei, como ?! Como existe ainda esta torre de babel nesta cidade que todos os Angolanos dizem com orgulho, viste? foste ali? viste a torre na baixa? essa?, essa não é nada, e a outra?! aquilo é que é, já viste a nossa cidade, parece o Dubai, melhor, só cresce,

… não meus caros, não !!! O mar, o mar da ilha é o que me faz suportar o orgulho em ser angolana.

Não fui com um olhar crítico, simplesmente fui. Precisava, precisava de cheirar as minhas pessoas, as minhas comidas, a minha terra, o meu mar e fui. Foi carnal, foi da alma mesmo, e por isso, foi muito bom. Pairei um bocadinho, nunca pus os pés assentes na terra, porque sabia que assim iria sofrer e eu não queria sofrer.

Já passou uma semana e a energia recolhida foi baixando, já dá para olhar para trás e lembrar os rostos, as pessoas. Estão cansadas, será que elas têm noção que estão cansadas? Que precisam parar de pairar, precisam de pensar mais, viver mais, para descansar … ou, talvez não ! Talvez este seja o segredo que eu nunca descobri.

A Kianda foi à terra, cheirou a sua gente e voltou serena, com as certezas reforçadas e as energias carregadas.

Uma resposta to “A Kianda foi à terra”

  1. Kafefas Says:

    Gostei !!!!!! Aleluia Irmã……

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: